26 de dez de 2009

Aspectos escabrosos do Transtorno Dismórfico Corporal.

A padronização massiva dos padrões de beleza, aliada ao culto à juventude eterna, tem estimulado a desconformidade e, até mesmo, rejeição ao próprio corpo. Dentro de certos limites, as preocupações com o corpo são saudáveis. Contudo, quando a tênue faixa é extrapolada, o comportamento passa a exibir sinais de obsessão que suscitam casos bizarros que repercutem nos tablóides de fofocas, que ganham força na medida do tamanho da fama da personalidade pública envolvida nas excentricidades provocadas pelo Transtorno Dismórfico Corporal – TDC.

Se cada um de nos fizer uma autoanálise, verá que não está completamente liberto de algumas obsessões particulares que, no entanto, ficam trancafiadas ao longo dos anos no subconsciente sem causar danos, sofrimento e incapacitação. Afinal, todos sofremos o bombardeamento intensivo da mídia que nos compele a sermos jovens, magros, bonitos, bronzeados, bombados, siliconados... em suma, devemos possuir corpos de Adônis para obter o tão almejado sucesso social.

Como o mal do TDC implica na progressiva distorção da auto-imagem, emblematicamente a Síndrome do Corpo Perfeito, ou de Adônis, ou Vigorexia, é uma das compulsões que mais se tem alastrado na avançada sociedade de consumo:

Vigorexia/Body Building: Jaslyn Hewitt.
Transtorno Dismórfico Corporal - Vigorexia
A irmã mais nova do tenista campeão australiano Lleyton Hewitt, também tenista, surpreendeu o mundo quando em 2007 abandonou as quadras e se dedicou ao fisiculturismo extremo. Menos de um ano de treinamento mudou-lhe radicalmente a antiga aparência feminina.
Notícia da transformação no [Globo Esporte].
Detalhes psicológicos sobre a Vigorexia no [PsiqWeb].
TDC galopante nas Panicats do Pânico na TV? [Blogpaedia].

Síndrome da cirurgia plástica: Jocelyn Wildenstein.
Transtorno Dismórfico Corporal - Síndrome da Cirurgia Plástica
A milionária suiça é tristemente conhecida como Top 1 mundial da dismorfia corporal canalizada para as intervenções plásticas extremadas.
Detalhes da picantes da tragédia no [MDIG].

Anorexia: Nicole Richie.
Transtorno Dismórfico Corporal - Anorexia
A ex-participante do reality show Simple Life, socialite e atriz americana vive às turras com sua aparência esquálida exibida de tempos para cá, apesar de negar veementemente a anorexia óbvia de um corpo de 1,55 m e 39 Kg. A imagem do antes e depois fala por si mesma.
Mais detalhes na [Wikipédia].

Drogadicção: Amy Winehouse.
Transtorno Dismórfico Corporal - Drogadição
Não há arcabouço teórico vinculando consumo de drogas e TDC. Porém, quando observamos os efeitos devastadores da cocaína e do crack sobre o corpo outrora saudável e substancioso da cantora inglesa Amy Winehouse, nos perguntamos se por trás da drogadicção não há componentes de distorção na auto-imagem.

Body Modification: Pauly Unstoppable.
Transtorno Dismórfico Corporal - Body Modification
O canadense Top 1 mundial da modificação corporal é o resultado de dezenas de intervenções que visam lhe conferir uma determinada aparência de demônio. Ele foi o primeiro a se submeter a uma tatuagem nos olhos, tem objetos tridimensionais implantados na cabeça, braços e pênis, alargadores de orelhas e narinas, etc.
A extensa lista pode ser conferida no seu Site Oficial.

Síndrome da Amputação.
Transtorno Dismórfico Corporal - Síndrome da Amputação
Imagine um homem que desde os quatro anos de idade não “sinta” como sua a metade inferior da perna direita? Este é mais um escabroso caso de dismorfia corporal que acomete um indeterminado número de pessoas no mundo inteiro. O único hospital do mundo, localizado na Escócia, que se prontificou a fazer este tipo bizarrro de amputação, extirpar membros saudáveis e funcionais, “retirou o time de campo” diante da péssima repercussão havida, depois de realizado duas operações.
História do psiquiatra quer amputar "uma perna a mais" no [cor-de-rosinha].

Descubra o seu grau de TDC [Correio Braziliense].

17 comentários:

  1. Olá, não quero parecer o cara careta, não sou preconceituoso, pelo menos acho que não. Na minha opinião, esses fatos e muitos outros são resultado de uma certa banalização que nos damos a nossa imagem. Noto isso a um bom tempo calado. Nunca falei abertamente, mas o orkut tem um pequeno começo desse novo modo das pessoas se mostrarem ao Mundo. Vejam bem, não digo que está errado, mas é uma onda crescente, cada vez mas as pessoas só se preocupam nas aparências de seus ídolos, ou de serem diferentes e únicas no contexto, nem que para isso tenham que abrir mão de um aspecto normal, nem que tenham que quase se matar, mas precisam ser diferentes. Nas antigas, as pessoas não se preocupavam tanto com as "aparências". Bom, e se eu parei no tempo? Aí é uma questão de cada um pensar o que é melhor para si mesmo.

    Abs
    Dirceu JS

    ResponderExcluir
  2. Dirceu, às vezes é o efeito contrário: para me conformalizar com a tribo, devo modificar a minha aparência mesmo que custe a minha saúde.

    ResponderExcluir
  3. Muito triste ver a que ponto a busca pelo "corpo perfeito" leva as pessoas. Se comercializa a imagem como um objeto barato e descartável, mas as pessoas correm atrás disso com as próprias vidas... literalmente. E o que é pior, ignoram o mal que fazem aos próprios corpos, como se fosse algo absolutamente normal. Talvez seja para eles.

    ResponderExcluir
  4. Corrigindo: O Pauly não visa uma aparência demoníaca. Tem outros casos extremos da modificação corporal que visam sim. Não é o caso do Pauly.

    ResponderExcluir
  5. Parceiro, vc errou feio no caso da Amy!
    A primeira foto é a mais recente, depois q ela colocou o silicone...a segunda é de mto tempo antes do silicone!
    Pesquise mais antes de escrever sobre as coisas.Fica a dica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OWoOo VC ta mais por fora que bunda de indio brother...não me envergonhe falando certas merdas mesmo se nós nunca tivesemos visto a finada ea logica q a primeira foto ea mais velha!!!

      Excluir
  6. só se Amy tiver aproveitado a cirurgia nos seios e tirou a tattoo do braço direito tb neh!!

    ResponderExcluir
  7. De todos os casos o que mais me chocou foi o da amputação, já tinha lido sobre isso em uma revista inglesa e cada vez mais pessoas estão sendo 'infectadas' por esse virus de loucura.

    Em um caso a parceira do cara sentia tesão quando o via amputando um membro.

    Isso é um dos transtornos mais malucos de que eu já ouvi falar.

    Karine

    ResponderExcluir
  8. Hehehehe, errei feio no caso da Amy Winehouse? Só se ela injetou silicone nos seios, nas coxas, no rosto, na bunda e, de quebra, "deletou" a maioria das Tatoos.

    ResponderExcluir
  9. vcs sao um bando de nordestinos ridiculos e pobres e pretos e feios
    vttnc

    ResponderExcluir
  10. ~posso definir mta dessas coisas como, babakice... gente de cabeça fraca... prake uma pessoa com uma perna boa vai arrancar a porra ??
    So pode ta com algum problema psicologico. nao e possivel ne!

    ResponderExcluir
  11. Para quem não tem a afecção mental do Transtorno da Amputação é fácil julgar como babaquice. Mas pensemos todos nós: deve ser terrível para uma pessoa não reonhecer uma parte do seu próprio corpo. O mal deve estar ter algo a ver com deficiências no sentido da propriocepção.

    ResponderExcluir
  12. o champs tirano por causa da amy auhauhauhauhauahuaauhauhauhauah
    se olhe no espelho antes de falar dos outros, troxa, burro!!!
    como ele msm disse "Pesquise mais antes de escrever sobre as coisas.Fica a dica"

    ResponderExcluir
  13. é normal um cara com 32 anos se sentir o último dos seres humanos por causa da TDC? É algum karma? Pecado? Estou nessa 'fase' há meses.. anos... e aí...???

    ResponderExcluir
  14. Normal nunca é para quem sofre, por isso, o melhor é procurar ajuda psicológica.

    ResponderExcluir
  15. no caso da amy a esquerda é o antes e a direita é o depois

    pesquisem

    ResponderExcluir
  16. eh tbm acho
    a amy era gatona no passado
    agora tah com kra d viciada ao extremo

    ResponderExcluir