31/07/2009

Darwin e as aplísias vinagreiras

Diário de Darwin1 Comentado - parte 5

aplísia esverdeada
Aplysia dactylomela Rang, 1828 (por Jorge Sousa Brito).

As aplísias ou lemas do mar são espécies de moluscos marinhos, belas e coloridas. Seu tamanho pode variar desde pouco mais de um centímetro até cerca de 40cm.Sua variedade é enorme e chega a atingir 3000 espécies diferentes.

Em seu diário, Darwin descreve a alimentação e defesa destes fascinantes animais, chamando a atenção para espécies que comem anêmonas e conseguem transferir os arpões urticantes integralmente para o seu próprio corpo, adquirindo uma proteção extra.

Para ler as impressões de Darwin consulte o artigo completo no Teliga.net.

Referência e leituras complementares:

1- Texto usado nas citações: Darwin, C., Viagem de um Naturalista ao Redor do Mundo - Vol.1, Nova edição, 1871. Abril Cultural. Companhia Brasil Editora, São Paulo, s/d.

2- Um artigo muito divertido sobre aplisias de Cabo Verde foi publicado no blog do Jorge Sousa Brito. Através dele descubra por que o termo aplisia é usado para designar parte da anatomia feminina.

3- Informações sobre cnidários e queimaduras causadas por águas-vivas podem ser lidas no blog do Guia Rio Claro 12 anos.

Partes anteriores: *1* *2* *3* *4*

Próxima parte: *6*

Nenhum comentário:

Postar um comentário