09/08/2008

Avion III, o primeiro avião a vapor!

O Avion III, também chamado de Aquilon ou de Éole III, foi um primitivo avião propulsionado a motor a vapor. Construído por Clément Ader entre os anos de 1892 e 1897 e financiado pelo governo francês.
Esta incrível máquina baseada na aerodinâmica dos morcegos tinha dois motores. Apesar do modelo anterior não ter sido equipado com qualquer controle, este foi provido de um pequeno leme.

As tentativas de construção do primeiro avião operacional do mundo começaram na base militar Satory perto de Versalhes em outubro de 1897. O protótipo, na tentativa de levantar vôo, corria ao longo de uma pista circular. A primeira tentativa de vôo foi tentada em 14 de outubro e, de acordo com algumas testemunhas, se quebrou logo a seguir, sem ter conseguido decolar. Mais tarde, Ader reclamou para si a façanha de ter feito neste dia um vôo de 300 m, alegando a confirmação de duas testemunhas. De qualquer maneira, o Ministério Militar Francês não se entusiasmou com as possibilidades da geringonça dar certo e suspendeu qualquer financiamento futuro.

O Avion III que se encontra preservado no Museu de Artes e Maquinarias em Paris, sofreu uma restauração completa na década de 80.
A Terceira versão do Avion III, completada em 1897, manteve a aparência e o conceito básico do Eole, porém algumas modificações significativas foram introduzidas. O aeroplano tinha agora dois motores, a estrutura da asas foi simplificada, com a adição de um sistema de balanceamento. Mesmo assim, continuou sem funcionar.

Ader tinha sido muito bem avisado para estudar a cauda de Penaud, cujos detalhes haviam sido publicados em jornais de aeronáutica. O único controle de vôo adicionado foi um pequeno leme, conectado à roda traseira, operado por pedais. Também havia um mecanismo diferencial de aceleração aos dois motores, o que dava um certo controle adicional de inclinação.

Dois testes do Avion III se deram numa pista circular. As tentativas foram testemunhadas por oficiais militares especialmente designados para isto, que prepararam um relatório atestando que o Avion III não conseguira voar. Tal relatório permaneceu secreto até 1910, quando veio à público. Neste ínterim, contudo, diante do silêncio dos oficiais testemunhas, Ader proclamou ter voado uma distância de 300 metros nas tentativas de 1897. A publicação do relatório oficial negando o fato, iniciou uma controvérsia que persiste até hoje.

Depois do encerramento do projeto Avion III e terminada a carreira de Ader no campo de projetos aeronáuticos, ele realizou uma pesquisas sobre hidrofólios , para o qual requereu uma patente britânica em 1904.

Wikipedia - Ader Avion III
Early Flying Wings (1870 - 1920)

4 comentários:

  1. Agradeco por me ajudar a fazer o meu trabalho :p

    ResponderExcluir
  2. bbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb

    ResponderExcluir
  3. ccccccccccccccccccccccccccccccccccc

    ResponderExcluir
  4. avião asa de morcego

    ResponderExcluir