10 de mai de 2008

Como acessar sites bloqueados?

Antes de mais se torna necessário explicar o porquê das empresas, escolas, universidades e instituições bloquearem o acesso a certos sites:

1 – A queda na produção de funcionários que ficam o dia inteiro metidos no MSN, Orkut, YouTube, etc.

2 – Problemas de segurança mediante a contaminação do sistema com vírus, trojans e outros códigos maliciosos que causam milhões de dólares de prejuízo no mundo inteiro.

3 – O maior motivo de todos são os riscos que as empresas começaram a correr diante dos escândalos de publicações de fotos e vídeos na Internet. Quando é pedida a quebra do sigilo de IP por via judicial e é descoberto que o computador de onde saíram as publicações está localizado numa empresa, esta é processada e deve arcar com o custo de pesadas indenizações por perdas e danos.

Diretamente proporcional ao trabalho dos administradores de sistemas em bloquear o acesso livre à Internet, cresceu o interesse de encontrar formas de ludibriar os mecanismos censores. Então, uma das perguntas mais freqüentes que pulam nos fóruns virtuais é “Como posso acessar o meu MSN e Orkut no computador da minha empresa ou universidade?”

A Internet, fiel às suas características de rede descentralizada, desenvolveu métodos para ludibriar a censura que alguns regimes totalitários ao redor do planeta impõem aos seus usuários. Por outro lado, os criminosos globais tais como pedófilos, hackers e estelionatários aproveitam-se dos esforços para tornar a Internet livre, para cercar de anonimato as suas operações ilícitas.
Basicamente o trabalho dos administradores de rede consiste em criar listas de sites proibidos e o esforço dos usuários é de acessá-los através de proxies, ou seja, usando endereços que não estão ainda cadastrados na lista negra dos CPDs das empresas.

Para ludibriar os proxies das empresas há principalmente três métodos que realmente funcionam:
1 – O mais usado pelos funcionários ociosos em busca de novas formas de ferrar as suas empresas são os “free Proxy servers”. São servidores que funcionam como túnel entre o seu computador e o site que você quer acessar. Existem milhares de proxies que se reproduzem todos os dias, na medida em que os existentes se tornam manjados;

2 – Instalação de um programa “Circumventor” num computador fora do ambiente bloqueado. A coisa funciona assim: você acessa WEB através do endereço daquela máquina exterior ou de qualquer outro endereço da rede mundial de computadores que têm programas circumventores instalados. Assim como você vai usar o endereço de uma máquina circumventora, outros usuários usarão a sua máquina alvo para fazer acesso, num processo semelhante ao que acontece com as redes de compartilhamento de arquivos;

3 – A instalação de um servidor Proxy no computador da sua casa, ou em qualquer outro local exterior à sua empresa. Os seus acessos serão via aquela máquina, que certamente não tem nenhum bloqueio ao MSN, Orkut, Youtube, etc.

Sobre os Riscos:
O uso de qualquer dos métodos acima, se descoberto resulta em demissão por justa causa e o porquê é muito simples: você estará quebrando o sistema de defesa da sua organização. É sabido que uma vez criado um buraco, a passagem é possível nos dois sentidos, ou seja, o buraco que você cria através do firewall da empresa, tanto permite que você gaste horas improdutivas na frente do MSN, quanto permite a invasão do sistema por hackers oportunistas.

Vamos supor que a empresa seja processada por algum conteúdo ilícito emitido de um dos seus computadores: os administradores do sistema vão cair como cães esfaimados em cima dos logs de atividade da rede e fazer um pente fino nos acessos de cada usuário. O resto da história você deve desconfiar, os logs daqueles funcionários que registraram acessos a servidores de Proxy externos... farão deles ex-funcionários no olho da rua sem direito a nada.

Fontes:
http://gulp.com.br/artigo/10-maneiras-para-acessar-sites-bloqueados/
http://www.peacefire.org/circumventor/simple-circumventor-instructions.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Proxy_server
http://www.how-to-hide-ip.info/2008/01/24/risk-of-using-a-proxy-siteserver/

Internet, segurança, sites bloqueados, MSN, Orkut, YouTube, hackers, tunelamento, circumventor

10 comentários:

  1. não sei qual é a sua mágoa com quem usa msn no trabalho meu amigo... funcionário improdutivo deve ser voce seu FDP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente

      Excluir
  2. TBM acho...tu e revoltadinho hein manolo!!!!

    ResponderExcluir
  3. hora no msn deveria ser hora que voces deveriam estar trabalhando U.U

    ResponderExcluir
  4. Essa história de bloquear sites para o funcionário produzir mais é uma grande bobagem. Horas de serviço não são, necessariamente, horas de produção. O tempo que o funcionário não gastar em sites bloqueados, passará procurando uma forma de fazê-lo, ou em qualquer outro site da rede, ou em qualquer outra coisa que não seja trabalhar, o que vai dar na mesma. É mais fácil deixar o acesso liberado para o funcionário, pois se este estiver satisfeito com a empresa, produzirá mais. Grandes empresas (como o Google, por exemplo) investem pesado no bem estar do funcionário e este acaba por produzir mais. A lógica é simples, a boa vontade que não é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo amigo!!!!!!!!!!

      Excluir
    2. É mais fácil deixar o acesso liberado para o funcionário...to vendo que vc não entende do negócio..cada caso é um caso...faz o seguinte: da uma tarefa pra um cara viciado em facebook e jogos online, uma tarefa de 1h ele leva o dia todo...não confunda empresa que ganha com produção, com empresa que paga para produção...

      Excluir
    3. Também concordo com a questão do acesso liberado. se o funcionário não produz no tempo determinado, sem dúvida alguma (e óbvia) ele não está satisfeito com a empresa. Já estive em ambientes assim, empresas que não reconhece funcionário, empresa onde os funcionários parecem zumbis (todos tem um comportamento esquisito). Isso influencia nas atividades de qualquer um. É melhor o gerente mandar o cara embora do que além de ficar bloqueando sites, o funcionário não está dando retorno (porque ele se sente, de certa forma, inseguro). Vivemos em uma sociedade arcaica (eu já percebi isso, pois, já tive vários empregos) e digo que as empresas tem de deixar de ver só os seus ganhos e investir também no bem estar funcional. Não sou consultor de nada, mais por experiência em vários locais posso dizer que se você trabalha em um lugar mais dinâmico e digamos (liberal) tanto a empresa, quanto o funcionário vai ter um rendimento muito maior (isso já é comprovado por estudos no mundo todo).

      Excluir
    4. Concordo Contigo!

      Excluir
  5. A empresa está certa em bloquear, mas, vejamos outro caso...
    E se eu quiser acessar jogos online na hora do almoço usando o pc da empresa??
    daí é funcionário improdutivo?? Claro QUE NÃO!!!
    Como é que fica??? SIMPLES....freeproxy
    Fim de papo!!!

    ResponderExcluir